O que fazer com uma igreja que está prestes a fechar as portas?

Toda semana a “Igreja Viva” no portal: ChristianScience.com posta uma nova pergunta que é respondida por dois praticistas.  (Clique aqui para ver o original.) Essa tradução livre foi uma gentileza de Leila Kommers, de Porto Alegre, ao campo brasileiro.

Pergunta: “Gostaria de saber mais sobre como salvar uma igreja ou Sociedade da Ciência Cristã prestes a fechar. Sobraram apenas alguns membros nessa igreja e será vendida se algo não acontecer rapidamente. Eu sei que não é a única igreja ou sociedade nessa posição e acho muito triste que simplesmente vão embora. Alguém tem alguma sugestão?”

RESPOSTA 2: PHIL DAVIS, CSB

Talvez a questão não seja como salvar uma igreja específica prestes a fechar as portas, mas perguntar “deve ser salva?” Pode parecer chocante para alguns. Na maioria dos casos, oraríamos naturalmente para que nossa igreja fosse bem sucedida – para que cumpra com sua definição de “elevar a raça”, “despertar a compreensão adormecida” e “curar”. (Ciência e Saúde p. 583). Porém, quando você tem apenas alguns membros tentando manter uma igreja filial ou sociedade autossuficiente, eles podem terminar por passar todo o tempo tentando manter o mecanismo organizacional em andamento e não ter tempo para realmente cumprir com essa definição.

Infelizmente, já vi isso acontecer muitas vezes. Ao invés do prédio da igreja tornar-se um lugar para ajudar ao público através da cura, ele se torna um fardo para os membros restantes manter. Ao invés da organização da igreja servir à missão de cura pública, ela serve às meras atividades das comissões, virtualmente destituído de cura.

Tudo isso tende a obstruir o espírito e alegria do verdadeiro trabalho da igreja – amar a Deus e amar o próximo. Quando você pensa a respeito, os primeiros cristãos, de 2000 anos atrás, não se importavam com um prédio de igreja (alguns se reuniam em cavernas!) e certamente não tinham muitos estatutos nem comissões. É seguro dizer que eles importavam-se menos com o que estava acontecendo, dentro do prédio, e, estavam muito mais focados na cura fora do prédio.

E esse também foi o começo de nossas próprias igrejas da Ciência Cristã. Na maioria dos casos, as igrejas filiais e as sociedades surgiram porque uma pessoa ou mais naquela comunidade estava curando. Em alguns casos, como na região do meio-oeste dos EUA, os praticistas da Ciência Cristã eram Paulos modernos – passando seu tempo em palestras, diálogos e curas em uma comunidade – depois, seguiam para outra comunidade. Aqueles que ouviram a mensagem abraçaram-na, foram curados por ela, reuniram-se com os outros e estabeleceram uma igreja.

Pense nisso. A atividade que estabeleceu nossas igrejas não poderia reiniciá-las também hoje? A questão é: Esses membros estão prontos para realmente amar aos outros curando? Se estiverem, o fechamento de uma igreja pequena poderia ser exatamente o que é necessário para trazer mais cura a Ciência Cristã a uma comunidade. Sem as tradições e sem os fardos de uma estrutura de igreja existente, os membros restantes poderiam reacender a própria visão pela igreja como sanadores individuais.

A Igreja nunca teve a intenção de ser um clube para membros nem um porto seguro para nossas próprias tradições e cultura. Não é um lugar para esperar em silêncio até que as pessoas entrem pela porta. Ela foi criada para ser uma expressão coletiva de nosso amor proativo pela comunidade ao nosso redor. Somente podemos fazer isso curando os outros, individualmente e coletivamente. É como a Ciência Cristã começou. É a única maneira de continuar.

Anúncios

Sobre cienciacristabrasil

A Ciência Cristã ou Christian Science foi descoberta por Mary Baker Eddy em 1866, nas proximidades de Boston, MA, EUA. Baseia-se na vida, palavras e obras de Jesus Cristo. Ela é um movimento religioso global. Está aberta a todos no livro: CIÊNCIA E SAÚDE COM A CHAVE DAS ESCRITURAS, de autoria de Eddy.
Esse post foi publicado em IGREJA VIVA e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s