Universo, omniverso e completude divina!

Texto do colaborador: Ovidio Trentini

Os prefixos “uni” e “omni” geram significados diferentes aos vocábulos semelhantes em que são empregados. UNI dá o sentido de único, um só: universo=> um só.  OMNI, em português abreviado ONI, dá a idéia de total, todo, em tudo: onipotente => todo poderoso; onipresente => em todo lugar; onisciente => sabedor de tudo. Tais conceitos são amplamente usados por Mary Baker Eddy na Ciência Cristã, conforme exposta no seu livro: Ciência e Saúde com a Chave das Escrituras, para explicar a infinitude e totalidade divina!

Esses termos, ao se referirem à Divindade que adoramos como cristãos, informam-nos que Deus tem a característica de ter todo o poder, de estar presente em todos os lugares, de saber tudo. Qualidades que, em conjunto, pertencem apenas à Ele. Deus é o único Ser que pode abranger essas características, por causa de Sua infinidade. O Espírito divino e infinito é o único de quem podemos reconhecer como onipotente ou como tendo todo o poder; como onipresente ou ocupando todo espaço; bem como onisciente ou que sabe tudo.

Nesse contexto, como Deus é único só Ele é todo-poderoso, só Ele é sempre-presente e só Ele sabe tudo. Vê-se aqui que os conceitos de único e todo estão muito próximos, e, no tocante à Divindade poder-se-ia chamá-los de sinônimos. Sem muito esforço poderíamos gerar termos não usualmente empregados no linguajar comum, mas que são de profundo significado: Deus é onipoderoso e unipoderoso; é onipresente e ‘unipresente’, é onisciente e ‘unisciente’.

Por analogia, pode-se dizer que uma folha de papel é toda azul se essa cor for a única. Um só risco vermelho tiraria a característica de cor única. Tal correlação poderíamos aplicar ao senso da perfeição divina, conforme Gênesis 1: 25, 26. Pelo fato do ser espiritual ter sido criado à imagem e semelhança de Deus, reflete a completude divina, logo, uma só falha, ou incompletude seria inadmissível diante da lei divina da harmonia, perfeição e saúde!

No universo galáctico (nossa Via Láctea e outras galáxias) a infinidade também se manifesta. É UNIverso/único porque é OMNIverso/total. Você, eu e todos somos parte inseparável dessa totalidade e completude divinas expressada na criação divina: o homem, a natureza e o universo!

.o0o.

(*) Colaboração de Ovídio Trentini – Panambi -RS | Assistente do Comitê de Publicação da Ciência Cristã | Membro Conselho do Meio Ambiente, Arpa-Fiúza, Rotary, Comitê Rio Ijuí | Membro fundador da Primeira Igreja de Cristo, Cientista, Porto Alegre-RS | Membro de A Igreja Mãe, Boston, MA, EUA |  E-mail: o.e.trentini@express.com.br  | Colaborador do Guia Digital, leia o seu artigo: Será que as ciências puseram Deus em escanteio?
Anúncios

Sobre cienciacristabrasil

A Ciência Cristã ou Christian Science foi descoberta por Mary Baker Eddy em 1866, nas proximidades de Boston, MA, EUA. Baseia-se na vida, palavras e obras de Jesus Cristo. Ela é um movimento religioso global. Está aberta a todos no livro: CIÊNCIA E SAÚDE COM A CHAVE DAS ESCRITURAS, de autoria de Eddy.
Esse post foi publicado em ATRIBUTOS DIVINOS, ESPIRITUALIDADE DO UNIVERSO, ESPIRITUALIDADE E AMBIENTALISMO e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s