A Verdade está transformando o mundo

 

Eleonore Miersch

Da edição de outubro de 1995 dO Arauto da Ciência Cristã

Será Que A verdade pode transformar o mundo? Mesmo que às vezes pareça que o progresso vem devagar, podemos estar certos de que a humanidade está progredindo. Apesar das dificuldades em muitos setores, em última análise, nada pode impedir o progresso espiritual da humanidade.

O poder sereno da Verdade é ilustrado por uma parábola na qual Cristo Jesus fala de uma mulher que tomou fermento e o “escondeu em três medidas de farinha, até ficar tudo levedado”.1 Esse fermento espiritual, a Verdade que ele ensinava, se espalhou pelo mundo e continua a abençoar aqueles que são receptivos ao poder de Deus.

A humanidade está reconhecendo cada vez mais quão precária é a confiança no materialismo, incapaz de nos assegurar a liberdade e a justiça. Esse reconhecimento, no entanto, nem sempre é atingido de maneira pacífica. À medida que o fermento da Verdade penetra nos cantos mais recônditos do pensamento mortal, traz à tona e destrói os pensamentos e hábitos antiquados, fossilizados e materialistas. Pode ocorrer uma batalha mental, quando as crenças antigas não cedem às novas idéias. Mas isso não deveria nos deixar alarmados, pois a Verdade neutraliza e traz cura. Mesmo em meio à luta, percebemos claramente que o progresso já se iniciou.

Um termo que descreve esse processo é quimicalização. No livro-texto da Ciência Cristã,Ciência e Saúde, da Sra. Eddy, a Descobridora e Fundadora da Ciência Cristã, escreve: “Aquilo que eu denomino quimicalização é a efervescência que se produz quando a Verdade imortal está destruindo a crença mortal errônea. A quimicalização mental traz à tona o pecado e a doença, obrigando as impurezas a desaparecerem, como no caso de um líquido em fermentação.”2

Nossas orações comprovam que a matéria inevitavelmente tem de ceder ao Espírito, mesmo que nos encontremos numa situação em que aparentemente não há solução humana.

Lembro-me de um acontecimento que me mostrou quão eficaz é esse fermento espiritual. Eu trabalhava em uma comissão que tinha a incumbência de pagar uma indenização a um certo grupo de pessoas em meu país. Um dia houve um grande tumulto na rua, em frente ao prédio em que eu trabalhava. Embora a comissão trabalhasse correta e pontualmente, uma multidão exaltada e zangada gritava, dizendo que queria finalmente receber seu dinheiro. As pedras voaram pela janela e a multidão ameaçava invadir o prédio. Eu estava com muito medo, pois fazia poucos dias que participava nessa comissão.

Falei com meu chefe, mas ele disse que ficasse calma e não chegasse perto da janela. Explicou também que isso já havia acontecido várias vezes, desde que essa comissão se organizara. Embora essas pessoas recebessem seu dinheiro pontualmente, continuavam insistindo em fazer reivindicações descabidas. “Isto é desonestidade”, disse ele.

A palavra desonestidade me chamou a atenção. Reconheci que na Verdade, em Deus, não existe desonestidade. O homem, que é o reflexo espiritual de Deus, expressa honestidade e retidão. Sentei-me em um dos cantos da sala, peguei a Bíblia e Ciência e Saúde e comecei a estudar a Lição Bíblica semanal, no Livrete Trimestral da Ciência Cristã. Mas não conseguia me concentrar, a multidão gritava e eu continuava tremendo de medo.

Fechei os olhos e orei, volvendo-me a Deus de todo o coração, em busca de auxílio. Então veio-me um pensamento maravilhoso, claro, que me acalmou imediatamente: Deus está sempre presente, e onde Deus está, ali também está o homem que Ele criou. Isso significava que eu não precisava ter medo, nem precisava aceitar a presença de uma multidão enfurecida. Podia orar para reconhecer o único homem verdadeiro, criado à imagem e semelhança de Deus. Também ponderei os diversos aspectos da natureza de Deus, conforme indicados nos sete sinônimos da Divindade encontrados em Ciência e Saúde, isto é, Mente, Espírito, Alma, Amor, Princípio, Vida e Verdade. Relacionei as muitas qualidades de cada sinônimo com o homem, o reflexo de Deus. Orando, reconheci que ali onde está o Amor, não pode haver ódio, onde está a Verdade, não pode haver mentira nem desonestidade. Fiquei grata por essa forma clara de ver as coisas e comecei a ler a Lição Bíblica com profundo interesse. Esqueci completamente a multidão. Depois de algum tempo, levantei os olhos e percebi que tudo estava calmo. As pessoas haviam ido embora sem causar grandes danos. Nos anos em que trabalhei ali, nunca mais ocorreu algo assim. Foi uma cura completa. A Verdade havia estabelecido a paz.

A transformação tem início na consciência de cada um, como o mostrou minha experiência naquela comissão. Mediante a oração e a renovação, nós nos afastamos dos elementos escravizadores do pensamento material e nos movemos em direção à paz inerente à espiritualidade. Mas às vezes não é fácil enfrentar o mundo que, como um corpo doente, necessita de cura.

O amor abnegado, a humildade e a abnegação de si mesmo ampliam nosso horizonte mental e fortalecem nossas orações. À medida que oramos, nos volvemos ao poder infinito de Deus para saciar a fome espiritual do mundo. A confiança no poder e na eficácia da oração é a exigência básica, pois a Verdade realmente é capaz de mover montanhas.

Os conflitos no mundo são o resultado de conflitos no pensamento individual. Podemos orar a respeito deles e desfazê-los em nossa própria consciência, graças à receptividade ao poder sanador do Cristo, a Verdade, que Jesus ensinou e viveu. À medida que nosso pensamento se espiritualiza, os conflitos em nossa própria vida diária diminuem e nossa visão espiritual se torna mais clara. Então começamos a compreender que o erro e a limitação da materialidade não têm poder para impelir o mundo para os conflitos, pois Deus, a única Mente, é o único poder genuíno e a verdadeira inteligência do homem. É por isso que nossas orações podem contribuir para a solução dos conflitos do mundo, que nada mais são do que a manifestação de crenças materiais conflitantes. Tais crenças cedem ao poder da Verdade, sendo substituídas pela compreensão de que Deus é a verdadeira Mente do homem.

A fim de demonstrar que o poder do Cristo, a Verdade, nos liberta, temos de nos examinar para descobrir se não estamos alimentando crenças que possam ser consideradas como aquilo que eu denomino de “conceitos inimigos”. O próprio pensamento de que o homem é uma personalidade material nascida num universo material, do qual sairá através da morte, constitui esse conceito. Os problemas raciais, os preconceitos, o ódio, a vingança, o orgulho, a arrogância, a justificação própria e a adoração da personalidade são inimigos da humanidade. Geralmente são oriundos de um sentido pessoal acerca de nós mesmos ou de outros, sugerindo que somos seres materiais que lutam devido aos meios e oportunidades limitadas. Às vezes esse conceito inimigo é dirigido especificamente contra nosso próximo, por ter este uma opinião diferente ou por ser estrangeiro, e nosso sentido de justificação própria simplesmente não tolera a presença de tal indivíduo. Não podemos permitir que a Regra Áurea enferruje. Conforme mencionado no Evangelho de Mateus, Cristo Jesus disse: “Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles.”3Essa terna maneira de tratar os outros nos livra dos conceitos de inimizade, oriundos da falsa crença de que o contrário da Verdade, isto é o erro, seja real e tenha poder.

“Não temos nós todos o mesmo Pai? Não nos criou o mesmo Deus?” pergunta o profeta Malaquias.4 Essa verdade espiritual nos transforma a todos em irmãos e irmãs, em uma grande e maravilhosa família sob o governo de Deus, em que cada um está interessado no bem-estar do outro. Essa verdade, quando compreendida, não permite que sejamos influenciados pelas emoções ou pela ignorância. A Ciência Cristã ensina que existe apenas uma Mente, Deus. Também ensina que em verdade, como reflexo de Deus, todos possuímos essa Mente única.

É bom examinarmo-nos de tempos em tempos para verificar se nossa confiança em Deus é suficientemente grande para podermos compreender que a Verdade realmente pode transformar o mundo. Pois essa confiança é como um bálsamo sanador, capaz de dominar qualquer situação. Para Deus todas as coisas são possíveis. Nada permanece oculto ao nosso Pai-Mãe Deus.

Vivemos em uma época maravilhosa, em que os acontecimentos no mundo são impelidos para frente com grande velocidade. À medida que nosso próprio crescimento espiritual se mantém, e se adianta no mesmo ritmo dos acontecimentos, experimentaremos grande progresso espiritual. Como uma planta, que para crescer e se desenvolver se volve naturalmente para a luz, a consciência humana também se volve naturalmente para a Verdade e é abençoada.

Escutarei o que Deus, O Senhor, disser,
pois falará de paz ao seu povo e aos seus santos;
e que jamais caiam em insensatez.

Salmos 85:8

1 Lucas 13:21.  2 Ciência e Saúde, p. 401.  3 Mateus 7:12.  4 Malaquias 2:10.

– See more at: http://pt.herald.christianscience.com/portugues/edicoes/1995/10/045-10/a-verdade-esta-transformando-o-mundo#sthash.Ry3eBdYC.dpuf

Anúncios

Sobre cienciacristabrasil

A Ciência Cristã ou Christian Science foi descoberta por Mary Baker Eddy em 1866, nas proximidades de Boston, MA, EUA. Baseia-se na vida, palavras e obras de Jesus Cristo. Ela é um movimento religioso global. Está aberta a todos no livro: CIÊNCIA E SAÚDE COM A CHAVE DAS ESCRITURAS, de autoria de Eddy.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s