Você aproveita ao máximo do que a igreja oferece?

Michael Pabst

DO Arauto da Ciência Cristã – 20 de maio de 2013

Tradução do original em inglês publicado na edição de fevereiro de 2011 de The Christian Science Journal.

 

Triiimmm! Triiimmm!

“Alô?”

“Olá! Estou fazendo uma pesquisa sobre a atividade e a importância da igreja nos dias de hoje. Gostaria de saber se você teria três minutos para responder a uma pesquisa?

“Huhm.. … Acho que sim.”

“Quando e onde você teve a mais recente experiência relacionada à igreja?”

“Na verdade, foi na última quarta-feira à noite, durante uma reunião de testemunhos em uma igreja da Ciência Cristã.”

“O que melhor descreveria seus sentimentos quando você pensa sobre aquela visita à igreja? Você sentiu-se elevado, renovado? Ou desinteressado, entediado?”

“Estou meio entre os dois. Encontrei pessoas que conheço muito bem. Ouvimos a leitura de trechos mais ou menos interessantes, embora eu não conseguisse prender totalmente minha atenção. Em seguida, as pessoas que participavam da reunião deveriam compartilhar como elas colocam em prática sua fé, mas somente alguns disseram algo e houve longos períodos de silêncio. Penso que todos nós gostaríamos de ter usufruído mais daquela noite.”

Prezado leitor, você concordaria com a pessoa que foi entrevistada aqui? Eu nunca presenciei tal pesquisa, mas fico imaginando quantos frequentadores de uma reunião de quarta-feira apresentariam uma descrição semelhante à do nosso entrevistado fictício.

Qual é a essência de Igreja? Poucos julgariam que o poder da Igreja dependa de uma estrutura física. Igreja é uma experiência profunda, que nos eleva espiritualmente e nos desperta para uma nova compreensão de nosso relacionamento com Deus. Igreja é uma experiência coletiva, mas seu efeito acontece individualmente em nosso coração. Precisamos acolher o poder transformador do Cristo em nossa alma.

Esse poder transformador redime e cura. A Igreja seria, portanto, algo dentro do qual nos encontramos, ou será que Igreja está em nós? É possível olhar para essa questão sob as duas perspectivas. Certamente é verdade que o poder da Igreja é um aspecto da natureza de Deus, a qual refletimos. Mary Baker Eddy descreve Igreja como um poder que vem constantemente “elevando a raça”, “despertando… a compreensão adormecida”, “expulsando” o mal, e “curando os doentes” (ver Ciência e Saúde, p. 583).

Igreja é, portanto, uma força divina natural em cada um de nós. A mente carnal gostaria de esmagar essa força estimulante, viva e inerente a nós, com todo o seu peso mundano. Enquanto acalentarmos, cultivarmos e defendermos essa força em nós, a Igreja permanecerá viva em nós e dará frutos. Um culto na igreja manifestará nossa compreensão purificada e elevada, e o resultado natural será inspiração e cura.

De certa maneira, o culto na igreja refletirá coletivamente aquilo que trazemos individualmente e então usufruiremos o que nela investirmos.

Algumas vezes, talvez estejamos inundados de gratidão e alegria. Talvez tenhamos vivenciado inspirações e curas e mal possamos esperar para levar nosso coração transbordante à igreja. Que dádiva temos para compartilhar! Sem dúvida seremos abençoados e abençoaremos a todos os presentes.

Em outras ocasiões, talvez nos sintamos sobrecarregados ou doentes, e achemos que não somos capazes de contribuir com nada. Não é verdade! Contribuímos com nosso coração aberto e faminto pelo toque da orla da veste do Cristo, do toque do Consolador. O que Jesus disse repetidas vezes às pessoas que curou? “Tua fé te salvou.”

Eles contribuíram com o anseio inocente e sincero de serem elevados e curados pelo Cristo. Consequentemente, foram curados.

Como podemos nutrir em nós o espírito de alegria e a fome espiritual semelhante à de uma criança? Como podemos nutrir a ideia de Igreja em nós, a qual não somente está viva em nosso coração, mas se manifesta de maneiras práticas em nossa experiência de igreja? Aqui estão apenas algumas possibilidades:

  • Chegue cinco minutos mais cedo. Ao invés de chegar alguns minutos atrasado, empenhe-se em ficar sentado na igreja cinco minutos antes do culto e prepare a atmosfera para si mesmo e para os outros.
  • Ouça em vez de ler. Não leia a Edição de Estudo durante a Lição, recoste-se e se embeba das palavras. Quando ouvimos, absorvemos os pensamentos de uma forma diferente do que quando lemos, embora ambas as maneiras sejam necessárias. Dê-se a si mesmo um presente e ouça.
  • Reuniões de testemunhos informais. Algumas igrejas realizam reuniões adicionais para a leitura de Ciência e Saúde, orar para o mundo ou fortalecer a prática. As reuniões das quartas-feiras são às vezes consideradas tradicionais e, talvez, até mesmo como um peso. Por que não usar as reuniões das quartas-feiras de uma forma inteiramente nova? Ler alguns versículos da Bíblia, um ou dois parágrafos de Ciência e Saúde e, em seguida, compartilhar ideias sobre seu estudo, sua oração para o mundo ou a respeito de como você fortalece sua prática.

Há muita coisa boa acontecendo em nosso movimento. Muitas pessoas estão descobrindo maneiras inteiramente novas de aproveitar mais do que a igreja oferece. Recebemos informações de igrejas que voltaram a crescer, e estão crescendo em alegria, em engajamento e em números. Participemos todos desse espírito de despertar.

Anúncios

Sobre cienciacristabrasil

A Ciência Cristã ou Christian Science foi descoberta por Mary Baker Eddy em 1866, nas proximidades de Boston, MA, EUA. Baseia-se na vida, palavras e obras de Jesus Cristo. Ela é um movimento religioso global. Está aberta a todos no livro: CIÊNCIA E SAÚDE COM A CHAVE DAS ESCRITURAS, de autoria de Eddy.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s